terça-feira, 3 de abril de 2012

Consequências do meu pensamento filosófico #22


video


Parte de mim ainda não recuperou totalmente após o visionamento deste vídeo. Tudo começou no sábado à noite, quando o Bruno César catalisa o Estádio da Luz, com um golo ao cair do pano. O que surgiu de seguida? Folia, muita folia! Uns abraçavam a pessoa que se encontrava ao seu lado. Outros, como num gesto egoísta, celebravam sozinhos, com exaltação. E, depois, há isto.

No entanto, “isto” não é uma coisa qualquer. “Isto”, meus amigos, deixa o Bocage a corar de vergonha; “isto” faz com que a Faixa de Gaza seja um parque de diversões; “isto” faz com que o Rambo enverede pela homossexualidade; “isto” já deu para perceber que pela vontade do autor continuava por mais umas linhas.

O que tenho que fazer é tentar entrar na cabeça daquele barrote, e perceber o que a levou a reagir daquela forma. Ficam aqui os pontos conclusivos:

Ponto 1 - Pelo que posso perceber, ela está a exteriorizar toda a sua felicidade que se encontrava enclausurada debaixo daquele musgo. Creio que isto seja notório.

Ponto 2 - A forma que ela demonstra a sua felicidade com o sucedido, é através não de um, não de dois, mas sim, de três portentosos piretes. Reparem, com atenção, no vídeo: ela, inicialmente, com as duas mãos atira com dois grandes objectos penianos para a televisão; de seguida, após ter pensado, “calma, eu consigo avacalhar mais esta situação”, desfere o popular gesto do Zé Povinho, mas reparem, com um upgrade de grande valor. Enquanto que a personagem criada por Rafael Bordalo Pinheiro faz, apenas e só, um manguito com os dois braços, esta nossa senhora cruza os braços, mas continua a disparar com os outros dois das suas mãos. Ou seja, de uma só assentada, ela solta um trio de ataque peniano para Portugal inteiro!

Ponto 3 – Já consegui concluir que este gesto foi feito quando esta sujeita estava numa situação de alegria imensa. Ou seja, isto que vimos é um comportamento de uma pessoa extremamente feliz. Daí, eu pedir-vos uma coisa: se, por acaso, alguém conhecer o patrão desta mulher, que lhe peça para a despedir e gravar a reacção dela ao despedimento. Imperdível!

Sem comentários:

Enviar um comentário